Sa√ļde MAIS SA√öDE

Inaugurada nesta segunda, UPA Cidade Universitária abre as portas à população amanhã (21)

Por Vanessa Silva

20/09/2021 às 16:33:05 - Atualizado h√°
Felipe Brasil

A rede pública estadual de Saúde expande a aten√ß√£o b√°sica ao maceioense com a inaugura√ß√£o da Unidade de Pronto Atendimento – UPA Cidade Universit√°ria, no Conjunto Santa Maria, parte alta de Maceió. Entregue nesta segunda-feira (20) pelo governador de Alagoas, Renan Filho, e pelo secret√°rio da Saúde, Alexandre Ayres, a UPA é a 5¬™ unidade construída com recursos próprios do Governo do Estado apenas na capital alagoana, e abrir√° as portas para atendimento à popula√ß√£o j√° nesta ter√ßa-feira (21).

Erguida com a aplica√ß√£o de R$ 6,4 milh√Ķes, a unidade – junto às outras quatro UPAs de Maceió e aos cinco hospitais j√° entregues pelo Governo do Estado – integra o maior conjunto de investimentos em saúde pública da história de Alagoas. A nova UPA gerar√° cerca de 350 empregos e ter√° capacidade para atender 10.500 usu√°rios por m√™s.

Mas a saúde nem sempre foi assim em Alagoas. Para o governador Renan Filho, o Estado se reinventa nesse momento de dificuldades no Brasil e entrega muitos equipamentos importantes, que contrastam com o cen√°rio prec√°rio de um passado recente. "Quando assumi o Governo do Estado, infelizmente, Maceió era a única capital do Brasil que n√£o tinha nenhuma UPA funcionando. Entregamos quatro e esta é a quinta, tendo mais duas com obras em andamento", afirmou.

"Essas Unidades de Pronto Atendimento vão ajudar muitos cidadãos, pois cada uma delas tem condição de atender 350 pessoas por dia. E atendem, porque as pessoas precisam. Vão vir 300 pessoas todos os dias, o que dá cerca de 10 mil pessoas por UPA no mês. Assim, com sete unidades, teremos a capacidade de atender por mês 70 mil alagoanos, chegando muito perto de 1 milhão de alagoanos atendidos por ano", projetou o governador.


De portas abertas nesta ter√ßa-feira (21), às 7h, a UPA atender√° a popula√ß√£o da regi√£o do bairro Cidade Universit√°ria, que chega a 100 mil moradores. "Essa UPA chegou em um momento importante: após a amplia√ß√£o da nossa rede hospitalar na capital e interior. A gente tem voltado os olhos para o fortalecimento e as melhorias do nosso Hospital Geral do Estado, e n√£o é justo que o cidad√£o que more no Santa Maria, que tenha um pico hipertensivo durante a noite, precise pegar dinheiro emprestado para descer até o HGE para estabilizar a sua hipertens√£o. A partir de agora, esse cen√°rio mudou", refor√ßou o secret√°rio de Estado da Saúde, Alexandre Ayres.


Refer√™ncia em clínica geral, ortopedia, pediatria e odontologia, a UPA Cidade Universit√°ria é do tipo III. Ela ter√° 19 leitos, sendo 15 de observa√ß√£o e quatro de urg√™ncia, e vai contar com servi√ßo de classifica√ß√£o de risco, consultórios, sala de gesso, laboratório, exames de Raios-X, eletrocardiograma e sala de nebuliza√ß√£o.

Na contram√£o da crise – Segundo o governador Renan Filho, no Brasil existem 100 UPAs construídas com recursos do Governo Federal e que est√£o fechadas. "Os municípios e os Estados n√£o t√™m dinheiro para abrir as UPAs, para contratar profissionais. Manter essa UPA aberta custa, por m√™s, 1 milh√£o e 200 mil reais", afirmou, explicando que das cinco UPAs j√° entregues em Maceió, tr√™s ficaram com a administra√ß√£o direta pelo Governo do Estado.


Outras duas UPAs est√£o sendo construídas na capital, nos bairros Jaragu√° e Ch√£ da Jaqueira, e terceira est√° sendo erguida em Arapiraca, além de mais cinco hospitais. Até 2022, Alagoas ter√° dez novos hospitais estaduais de grande porte.

Fonte: Assessoria
Comunicar erro
Portal 82

© 2021 Portal 82 - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal 82