Justiça DECISÃO

STF suspende julgamento que proíbe demissão de não vacinados contra a covid

Por Vanessa Silva

03/12/2021 às 16:48:27 - Atualizado h√°
Marcello Casal Jr./Agência Brasil

O Supremo Tribunal Federal (STF) suspendeu o julgamento da decis√£o que suspende a vig√™ncia de dispositivos da Portaria 620 do Ministério do Trabalho, que proibiu a demiss√£o do trabalhador que n√£o tiver tomado vacina contra a covid-19. A an√°lise foi iniciada nesta quinta-feira (2) e estava prevista para durar uma semana no plen√°rio virtual.

No dia 12 de novembro, o ministro Luís Roberto Barroso, relator do caso, atendeu ao pedido feito por partidos de oposi√ß√£o e suspendeu o dispositivo que proibia a exig√™ncia de comprovante de vacina√ß√£o na contrata√ß√£o ou para continuidade do vínculo de emprego. Além disso, também ficou suspensa a parte da norma que considerou pr√°tica discriminatória a solicita√ß√£o do cart√£o de vacina√ß√£o e a demiss√£o por justa causa pela falta do documento.

O caso foi levado para julgamento no plen√°rio virtual, modalidade na qual os ministros depositam os votos eletronicamente, sem necessidade de reuni√£o presencial. Após o relator e os ministros Alexandre de Morares, Edson Fachin e C√°rmen Lúcia votarem a favor da suspens√£o, o ministro Nunes Marques pediu destaque do processo, e o julgamento prosseguir√° no plen√°rio presencial. A data da retomada n√£o foi definida.

Antes da decis√£o do Supremo, a norma do Ministério do Trabalho considerava que constitui "pr√°tica discriminatória a obrigatoriedade de certificado de vacina√ß√£o em processos seletivos de admiss√£o de trabalhadores, assim como a demiss√£o por justa causa de empregado em raz√£o da n√£o apresenta√ß√£o de certificado de vacina√ß√£o".

Fonte: Agência Brasil
Comunicar erro
Portal 82

© 2022 Portal 82 - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal 82