Maceió INICIATIVA

Com apoio da Prefeitura, jangadeiros de Maceió se tornam agentes de combate ao trabalho infantil

Por Redação

02/08/2022 às 07:32:56 - Atualizado há

Buscando estreitar laços e promover o combate ao trabalho infantil, a coordenação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI) entregou, nesta segunda-feira (1), cerca de 50 kits da campanha Maceió no combate ao trabalho infantil para os jangadeiros da Colônia de Pescadores Almirante Jaceguay, no bairro Pajuçara.

Além de camisetas e bonés, eles também receberam materiais didáticos e lúdicos sobre o trabalho infantil e assistiram a uma palestra sobre as causas do trabalho infantil e por que ele é tão nocivo às crianças e adolescentes.

Jangadeiros receberam materiais de combate ao trabalho infantil. Foto: Juliete Santos/Secom Maceió
Jangadeiros receberam materiais de combate ao trabalho infantil. Foto: Juliete Santos/Secom Maceió

A ação é preventiva e marca uma aproximação entre a categoria e a Prefeitura de Maceió. O chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), Orlando Rogério, se dirigiu aos jangadeiros e pediu apoio na luta contra o trabalho infantil.

"Esse evento é o pontapé inicial para a Prefeitura de Maceió estar mais próxima dos jangadeiros, de poder ouvir as demandas, de ajudar o quanto for preciso. Peço também que vocês estejam conosco nesse combate ao trabalho infantil, que sejam nossos representantes no mar e na orla e que possam levar essa mensagem para mais pessoas", afirmou.

Há mais de 20 anos à frente da presidência da Colônia, a pescadora Maria Aparecida destacou a relevância da ação de combate ao trabalho infantil em parceria com os jangadeiros.

Maria Aparecida é filha de pescadores e está a frente da colônia há 22 anos. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió
Maria Aparecida é filha de pescadores e está a frente da colônia há 22 anos. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió

"Não tem nada mais doloroso que ver uma criança que, em vez de estar na escola, fica trabalhando de forma irregular ou fazendo um serviço de uma pessoa adulta. Esse trabalho da Assistência Social é muito bonito e bacana, e nós da colônia iremos compartilhar e denunciar casos de abuso ao direito da criança e do adolescente", se comprometeu.

Ela também ressaltou a importância da parceria entre a classe e a Prefeitura de Maceió neste momento. "Essa parceria vem em um momento oportuno, nesse período chuvoso e difícil para quem vive do turismo e da pesca. A Assistência Social vem para somar e nos ajudar em muitas demandas que temos por aqui", completou a presidente.

José Carlos tem 59 anos e é um dos mais de mil associados da colônia Almirante Jaceguay. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió
José Carlos tem 59 anos e é um dos mais de mil associados da colônia Almirante Jaceguay. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió

José Carlos é um dos mais de mil associados da colônia Almirante Jaceguay. Ele diz que na época em que era jovem não existia combate ao trabalho infantil, mas que hoje entende que crianças e adolescentes devem estar na escola ou em espaços de lazer e brincadeiras.

"Esse trabalho é excelente, o Prefeito JHC está de parabéns, junto à Assistência Social. Ele está mostrando que está trabalhando para o bem-estar da população. Trazer esse projeto de combate ao trabalho infantil para ser divulgado pela nossa classe na orla marítima é muito importante. Nós, jangadeiros, começamos bem cedo essa vida, mas a época era outra, hoje em dia não se pode mais deixar as crianças fora da escola e do lazer, que é onde elas devem estar", destacou o pescador.

Semas trabalha em conjunto com diversas esferas da sociedade e comunidades para combater o trabalho infantil. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió
Semas trabalha em conjunto com diversas esferas da sociedade e comunidades para combater o trabalho infantil. Foto: Gabriel Moreira/Secom Maceió

A Semas vem trabalhando em conjunto com diversas esferas da sociedade e comunidades para combater o trabalho infantil. No ano de 2022, ações de prevenção e abordagem foram realizadas na Capital. Para a coordenadora do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Vitória Ferreira, é fundamental essa divulgação do combate ao trabalho infantil através dos jangadeiros.

"A sociedade está atenta ao nosso trabalho e é nossa parceira nessa luta. Não podemos parar. Quanto mais informações para a população, mais pessoas vão dizer não ao trabalho infantil. É de fundamental importância a distribuição dos kits, pois eles vão ser a porta de entrada da divulgação do combate ao trabalho infantil, por eles estarem no dia a dia, na praia e na nossa orla e servindo como modelo e ajudando no compartilhamento do combate, para outras pessoas que passam por ali", comentou a coordenadora.

Jangadeiros estreitam laços com a Prefeitura de Maceió. Foto: Juliete Santos/Secom Maceió
Jangadeiros estreitam laços com a Prefeitura de Maceió. Foto: Juliete Santos/Secom Maceió

No Brasil, o Estatuto da Criança e do Adolescente determina que o jovem de 14 anos só pode exercer atividade laboral na condição de aprendiz, com todos os direitos trabalhistas e previdenciários assegurados. Ao presenciar uma situação de trabalho infantil, você pode fazer uma denúncia ao Conselho Tutelar, diretamente para a Semas através do número (82) 3312-5907 ou para o disque 100.

Fonte: Redação Portal 82 com Assessoria
Comunicar erro
Portal 82

© 2022 Portal 82 - Todos os direitos reservados.

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal 82